Preço dos medicamentos deve subir até 4,5%

Esse percentual, estabelecido como o limite máximo, foi determinado pela Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos e divulgado no Diário Oficial da União desta quinta-feira, 28 de março.

As farmácias têm a opção de aplicar esse aumento de 4,5% de uma só vez ou distribuí-lo ao longo do ano.

No entanto, até março do próximo ano, quando a Câmara de Regulação deverá estabelecer uma nova regulamentação, as farmácias e os fabricantes não podem aumentar os preços além desse limite.

Na resolução referente ao ajuste, o conselho indica que as empresas fabricantes devem divulgar amplamente os preços de seus medicamentos, que não podem ser superiores aos preços publicados pela Câmara de Regulação no portal da Anvisa.

Ministério da Saúde destina R$300 milhões para combate à dengue

Nesta quarta-feira (20), o Ministério da Saúde anunciou um investimento significativo na batalha contra a dengue. Um valor expressivo de R$ 300 milhões foi destinado a estados e municípios do país, visando a compra de soro e medicamentos essenciais para o combate à doença.