Cetesb abre inscrições para concurso público com salários de até R$ 8 mil

Notícia publicada em: 9 de janeiro de 2024

O Governo do Estado de São Paulo abriu nesta segunda-feira (08) as inscrições para o concurso público com o preenchimento de 224 vagas na Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb), vinculada à Secretaria Estadual de Meio Ambiente, Infraestrutura e Logística (Semil). Os candidatos podem se inscrever estritamente de modo online até o dia 31 de janeiro, por meio do site da Fundação Carlos Chagas.

Vacina recombinante Zalika contra covid-19 é registrada pela Anvisa

A taxa de inscrição para nível médio é de R$ 55,00, e para nível superior, de R$ 90,00, com a realização do pagamento até o dia 1° de fevereiro conforme geração do boleto no momento da inscrição. Já as solicitações de isenções podem ser enviadas até o próximo dia 12 de janeiro.

As provas objetivas acontecerão no dia 17 de março para cargos de níveis médio e superior com salários, que inicialmente, podem variar entre R$ 5.027,95 e R$ 8.034,84.

No momento da inscrição, o candidato deve escolher o polo em que deseja atuar de acordo com a disponibilização das vagas para Baixada Santista, Grande São Paulo, Região de Bauru, Região de Campinas, Região de Ribeirão Preto, Região de São José do Rio Preto, Região de Sorocaba e Vale do Paraíba e Litoral Norte.

Este é o primeiro concurso realizado pela Cetesb desde 2012. São 54 vagas para nível médio, como técnico administrativo, técnico ambiental e técnicos em áreas específicas e outras 170 vagas para cargos como advogado, analista administrativo, analista ambiental e analista de tecnologia da informação.

Com o objetivo de diversidade e inclusão, o edital aponta características importantes e permite uma pontuação diferenciada para candidatos pretos, pardos e indígenas, com acréscimo percentual na pontuação final. Critérios e demais informações na íntegra, devem ser conferidas no edital.

Sobre a Cetesb – A Companhia é responsável pelo controle, fiscalização, monitoramento e licenciamento de atividades geradoras de poluição, com a preocupação fundamental de preservar e recuperar a quali­dade das águas, do ar e do solo. Atua na execução das políticas de meio ambiente e de desenvolvimento sustentá­vel, notadamente no âmbito do licenciamento ambiental e das atividades que utilizam os recursos naturais, do monitoramento ambiental, dos resíduos, da proteção aos ma­nanciais, da fiscalização e do aperfeiçoamento profissional nas questões ambientais. Além de sua sede, na capital, possui 46 agências ambientais e sete laboratórios espalhados pelo território paulista.