Economia - Vale em Ação
  • 19 de maio de 2022 22:04
Prefeitura Pinda
PI 05-22 Tremembé

Pinda exporta mais de US$ 900 milhões em 2021 e registra aumento de 124% nos últimos 10 anos

ByVale em Ação

jan 24, 2022

Pindamonhangaba fechou 2021 com novo recorde no volume de vendas ao exterior, através de suas empresas exportadoras, totalizando uma movimentação de US$ 905,1 milhões e registrando um aumento de 124% no comparativo dos últimos 10 anos.
Os dados foram divulgados recentemente pelo Ministério da Economia, conforme informações apuradas de janeiro a dezembro de 2021, e melhora a posição do município no ranking dos municípios exportadores. Pinda fechou 2020 na 77ª colocação entre todas as cidades do Brasil, em outubro de 2021 já tinha melhorado a classificação subindo para 72º lugar e fechou o ano saltando para a 61ª colocação no ranking nacional e a 12ª posição entre os municípios paulistas.
Na região Metropolitana do Vale do Paraíba, o município está ao lado de São José dos Campos, São Sebastião e Ilhabela integrando o grupo de quatro cidades do Vale do Paraíba presentes no Top 100 Nacional, à frente de grandes cidades como Jacareí (101º) e Taubaté (119ª).

Presidente negocia PEC para zerar impostos sobre combustíveis

Desde que o ranqueamento teve início em 1997, é a segunda melhor marca do município. O melhor volume foi registrado em 2018 quando as exportações atingiram US$ 926,8 milhões. “Por muito pouco não superamos nosso próprio recorde. Os números mostram o momento positivo que nossas empresas estão passando e isso traz um aumento grande na geração de rendas do município”, afirmou o secretário de Desenvolvimento Econômico, Roderley Miotto.

Volume de Exportação de Pindamonhangaba nos últimos 10 anos, em US$
2021 $905.138.022
2020 $549.917.422
2019 $575.477.939
2018 $926.805.604
2017 $438.080.838
2016 $257.618.638
2015 $314.009.805
2014 $371.589.540
2013 $271.330.338
2012 $227.549.724

Valores Exportados em 2021 pelas principais cidades Vale do Paraíba – em US$
Ilhabela 3,09 bilhões
São José dos Campos 2,32 bilhões
São Sebastião 1,9 bilhão
Pindamonhangaba 905,1 milhões
Jacareí 544,6 milhões
Taubaté 481,1 milhões
Guaratinguetá 335,8 milhões
Caçapava 97 milhões
Lorena 79,9 milhões
Cruzeiro 53,1 milhões

A balança comercial do município foi puxada esse ano pela comercialização de óleos brutos de petróleo ou de minerais que totalizaram mais da metade do volume exportado, ou seja, US$ 464,2 milhões para Índia, China e EUA.
Outro setor que puxou a alta foi a comercialização de chapas e tiras de alumínio que totalizou US$ 155,9 milhões, com destaque para Argentina, mas também com vendas para Chile, Bolívia, Colômbia, EUA e Venezuela.
Pindamonhangaba também é destaque na venda de laminados de metais e cilindros, barras de ferro ou aço não ligado e tubos de ferro e aço de secção circular.
Para o prefeito Dr. Isael Domingues o trabalho do segmento industrial vem expandindo no município e explica os números atuais. “Tivemos uma redução no aceleramento do desenvolvimento industrial em 2020, em virtude da pandemia, e agora vemos que em 2021 os investimentos voltaram e nossas empresas se apresentam com maior solidez buscando novos mercados. A Prefeitura se orgulha deste trabalho e apoia qualquer iniciativa que visa trazer emprego e renda para o município, através do trabalho sério desenvolvido pela equipe da Secretaria de Desenvolvimento Econômico”, afirmou o prefeito.
Os estudos são realizados pelo Comex Stat, sistema para consultas e extração de dados do comércio exterior brasileiro e são divulgados mensalmente com detalhamento das exportações e importações de cada município, extraídas do SISCOMEX e baseada na declaração dos exportadores e importadores.
“Os números de Pinda indicam, durante esse período de 25 anos que o estudo vem sendo realizado, que os dois maiores picos aconteceram em nossa gestão, nos anos de 2018 e 2021. Nossa expectativa é que para 2022 possamos superar a casa de US$ 1 bilhão. Se não fosse a pandemia do covid-19, certamente já teríamos atingido esse patamar histórico. Isso mostra que estamos crescendo com serenidade e solidez e que nossa economia está alicerçada num crescimento solidificado”, afirmou o prefeito Dr. Isael Domingues.
Segundo ele, esse bom desempenho nos últimos anos também pode ser creditado às ações de governança municipal, segurança jurídica e melhoria no tempo de resposta das demandas da iniciativa privada. “Nossa modernização tecnológica, com iniciativas inéditas em digitalização e desburocratização, também explicam a boa receptividade que o empresário e o investidor encontram na cidade”.
Os dados citados nesta matéria podem ser conferidos no portal do Ministério da Indústria e Comércio Exterior: http://comexstat.mdic.gov.br/pt/municipio/46521

Iniciar conversa
Estamos online