Bombeiros de SP recebem prêmio por resgate do cavalo Caramelo no Rio Grande do Sul

Notícia publicada em: 22 de maio de 2024

Ação dos socorristas em Canoas foi reconhecida por organização internacional

O Corpo de Bombeiros de São Paulo foi homenageado pelo resgate do cavalo Caramelo, realizado em Canoas, no Rio Grande do Sul, em 9 de maio. O prêmio, anunciado na terça-feira (21), foi concedido pela organização não governamental Pessoas pelo Tratamento Ético dos Animais (Peta).

O equino foi resgatado depois de ficar ilhado no telhado de uma casa devido às enchentes que atingiram o estado gaúcho.

3° Fórum da Gastronomia Artesanal tem data marcada para início de julho

 

As equipes dos Bombeiros de São Paulo, que estavam no Sul em apoio às vítimas das chuvas, organizaram uma força-tarefa para resgatar o animal, que comoveu o país pela situação debilitada.

Caramelo ficou quatro dias à espera de socorro. Os bombeiros receberam o apoio de veterinários voluntários paulistas, que também se mobilizaram pelo resgate. A operação, que começou no dia anterior, envolveu mais de dez profissionais. O animal foi sedado para ser retirado em segurança em um bote.

“O Caramelo provavelmente teria morrido naquela enchente terrível se não fosse pelos atos heroicos desses corajosos bombeiros”, informou a diretora da Peta Latino, Alicia Aguayo, à Secretaria de Segurança Pública (SSP). “A Peta encoraja todos a se inspirarem nos que resgataram o Caramelo e a agirem imediatamente quando se depararem com um animal necessitado”. Ainda segundo a organização, os Bombeiros de São Paulo receberam um certificado e uma carta de agradecimento, encaminhada à instituição.

Os profissionais que participaram da missão foram contemplados com o “Prêmio Corpo de Bombeiros com Compaixão” da organização, conhecida mundialmente pelos direitos dos animais. Caramelo se tornou um símbolo de resistência para a população gaúcha.

XIII Festival da Mata Atlântica começa nesta quarta-feira (22)